Notícias


OUTROS ESPORTES 24 . Jun . 2016

De passos largos: Grupo de Dança participa de festival no Ceará

Dançarinas gremistas vão pela primeira vez ao Fendafor, Festival de Dança de Fortaleza


Grupo de Dança do Grêmio Português se apresentou no 35º Festival da Sardinha (Foto: Estúdio Mineiro)

O Grupo de Dança do Grêmio Português cresceu. E não estamos falando em quantidade, mas de evolução. Em 2 anos de existência, já realizou diversas apresentações dentro do clube e em festivais no Pará, ganhando o título de "único clube paraense com um grupo de dança". O ritmo acelerou e os passos agora serão mais largos. Vai apresentar a nossa regionalidade no Festival de Dança de Fortaleza, o Fendafor, entre os dias 29 de junho e 3 de julho.

Com o apoio do 1º Vice-Presidente, Alírio Gonçalves, Diretoria de Esportes e demais diretores, as 17 dançarinas, todas associadas gremistas, viajam neste domingo (26) rumo ao Nordeste e levam na mala muita ansiedade e expectativa para mostrar um pouco da nossa cultura para outras pessoas. Elas desejam mesmo é fazer uma bala apresentação, como já fazem por aqui.

"Elas (dançarinas) estão nervosas, pois é a primeira vez que vão se apresentar fora do Pará. Mas realizamos um ótimo trabalho de preparação e ensaios intensos, o que as deixam confiantes para mais uma linda apresentação", disse Marcelo Riva, Coordenador de Dança do Grêmio Português.


Grupo de Dança em mais uma apresentação no clube (Foto: Estúdio Mineiro)

No Fendafor, o Grupo de Dança vai apresentar quatro coreografias. Inclusive, a que foi lançada recentemente, no Festival da Sardinha, denominada de "Ó Nega", baseada na música da cantora paraense Lucinha Bastos, que fala do encanto de turistas pelas mulheres paraenses.

As outras coreografias são a "Lambadiar"e "Carimbolando", que misturas o tradicional a passos modernos, e  "Remexer", com inspiração na música "Tudo isso é Amor", da banda Warilou, incluindo movimentos do jazz para adaptação.

As coreografias foram idealizadas pelos professores do clube, Alice Geocasta e William Quadros, que vão acompanhar o Grupo em sua ida à Fortaleza.


Coreografia 'Ó Nega' é a novidade do Grupo de Dança gremista (Foto: Estúdio Mineiro)

Do Pará a Fortaleza

Era novembro, de 2015, e o Grupo de Dança do Grêmio Português já participava, pela segunda vez, de um importante Festival, o 24º Dança Pará. Apresentaram as coreografias "Lambadiar" e "Remexer" e todo o rico folclore que os paraenses possuem. Apesar de consideradas iniciantes ainda, conquistaram o 8º lugar, diante de 38 grupos participantes.

Foram destaque e ganharam visibilidade. Tanto que Janne Ruth, diretora geral do Fendafor, sentiu o amor e dedicação à dança pelas dançarinas gremistas. As convidou, então, para participar do festival cearense este ano. E mesmo sem ainda terem dançado por lá, o Grêmio Português já garantiu vaga para o Fendafor 2017, com convite estendido ao Grupo de Dança Infantil também.

"Estamos conseguindo fazer história com a dança no Grêmio Português. Queríamos enfatizar a importância dela para a vida das pessoas e que isso pode ser transformador. Ainda com as palestras e oficinas que as dançarinas vão participar, vamos viver a dança. Apesar da formação em sua maioria ser de senhoras, este grupo virá mais experiente e com o conhecimento aprimorado", acredita Riva.

A Dança no Grêmio Português tem parceiros que acreditam na arte e ajudam a levar o nome do clube ainda mais longe. Conheça os patrocinadores!


comments powered by Disqus